Sunday, December 04, 2005

Minha arma é a palavra

Em memória dos passageiros do ônibus incendiado na Penha, na cidade de São Sebastião flechado do Rio de Janeiro

Dores


Trabalhara o dia inteiro na faxina com aquela faca enfiada, impossível esquecer.
Calor, fila enorme, ônibus atrasado, tudo rotina. A dor era nova, lancinante.

*****************

O ar condicionado zumbia leve. Na janela as palmeiras e o mar brilhante
Agulha fina para calar a tortura. O dentista é gentil, sorriso branco
Medo. Contrações nervosas das pernas.


*****************

O ônibus chegou, finalmente. Em casa, tomaria chá de ervas, mais um comprimido. Meu Deus, quanto tempo para se livrar desta dor? Na emergência arrancam o dente direto.
Duas jovens fazem sinal.. O motorista freia bruscamente. Três homens entram
A voz brutal anuncia: Todo mundo pro fundo, rápido, rápido
Minha Nossa Senhora, assalto agora, não.!...
Medo. Contrações nervosas nas pernas.


*****************

Mãos enluvadas trabalham delicadamente. A hora da extração chegou. Pânico.

******************

Do lado de fora, armas impedem a saída.
Mãos enluvadas espalham a gasolina, meticulosamente. A hora chegou. Pânico.


********************

Os dentes foram vencidos.
Vermelho de sangue na mão do dentista em Ipanema.
Negro de fuligem na carcaça do ônibus na Penha.


*********************
A dor acabou.

2 Comments:

Anonymous tania said...

Dores,Angústias,Revolta,Impotência...
Que tristeza,meu Deus!
Entretanto, com toda a nossa mágoa, não conseguiremos chegar a um milímetro do que devem estar sentindo,desde esse trágico acontecimento,as famílias das pessoas atingidas.
São fatos como esses que fazem aumentar a desesperança,levando o ser humano a fechar-se cada vez mais em seu mundo ,assustado,revoltado,sem saber a quem recorrer, além das grades,alarmes, correntes e Deus!
Assim como tu,todos devemos manifestar a nossa dor com as armas das quais dispomos.
Vou postar algo nos plátanos,ainda que choque.
beijos,Tania

10:15 AM  
Blogger Vera Vilela said...

É difícil comentar este acontecimento, você fez isso com maestria. Parabéns! Estive no Rio semana passada pela primeira vez. Vivi sustos diários com a rotina da cidade. Escrevi um texto sobre isso, guardei... Sem coragem de expor o que vi e senti. Sei que os cariocas amam a sua cidade mas, pra quem vem de fora como eu é perceptível o caos.
Beijos e parabéns de novo.

12:38 PM  

Post a Comment

<< Home


Web Hosting Services