Sunday, November 13, 2005

Espelho

Lá embaixo era eu - no reverso do poço.
Por que de todas as coisas que havia ao redor, as flores, o céu azul, o cheiro dos terebintos rebentando em volta, só minha pobre face era real - lua negra no fundo da água oleosa?

Porque de todas as coisas ao meu redor, o marulhar do rio, a árvore em frente, a janela de ontem, eu era dona de inventar.

2 Comments:

Blogger Cláudio B. Carlos (CC) said...

É sempre bom passar por aqui...



Beijos do CC.

3:52 PM  
Blogger Rubens da Cunha said...

ai... ai... (minha expressão de 'isso era meu' 'isso era meu' :)) )
beijos
rubens

5:38 PM  

Post a Comment

<< Home


Web Hosting Services