Saturday, November 05, 2005

DESENCONTRO

Quando chegar até mim, me avise
Eu não vejo você de perto
A distância existe quando não quero
E quando você vem, não estou

5 Comments:

Anonymous Daisy Melo said...

é uma bandeira... com certeza!
bjs
Day

9:40 AM  
Blogger MilaF said...

Tristeza. Você me impressiona.
Poesia tem genes?

6:50 AM  
Anonymous Nédier said...

Queria fazer um comentário que transmitisse a emoção que senti ao ler este desencontro. Não sei se vou conseguir.
De certa forma traduz uma parte de minha vida e seus desencontros.
Eu nunca quero a distância, mas nunca estou pronta quando o amor se aproxima.
Eu sempre peço: - Me avise!
O bom mesmo é esperar, é quase melhor que ver ou que tocar. Esperar contém todas as possibilidades, todas as esperanças, todos os sonhos que ousamos sonhar.
Bandeira, no caso de vocês, não é uma família, é também um símbolo, um símbolo poético desfraldado aos ventos brasileiros.
Beijo,nas duas
Nédier

10:51 AM  
Anonymous Gusta said...

Belíssima!

7:50 AM  
Anonymous tania said...

Ai,meu Deus! Que máximo! Não tem outra coisa pra dizer!
O Desencontro é doloros demais...e como ocorre...
beijos

9:01 AM  

Post a Comment

<< Home


Web Hosting Services