Tuesday, July 26, 2005

Opções Imperfeitas

Olhou para o céu laranja.
Poderia ter trazido a cabeça para passear, mas ela andava desagradável ultimamente. Recusava-se a cooperar.
Céus! Que tempos eram estes em que cabeças começavam a ter idéias próprias e a contestar seus participantes.
Quando o Jogo era, realmente, sério, estas coisas jamais aconteceriam.
Então, que ficasse lá, no Tonel, pensando na não-vida.
Um sorriso sardônico surgiu na sua neo-boca.
Neo-bocas também andam tendo reações individuais incompatíveis com o Cubo.
Tudo estava diferente hoje em dia.
Os braços mantinham movimentos reivindicatórios, mãos pretendiam ser capazes de masturbações em horas impróprias, causando constrangimento.
Pensava, imprecisamente, numa época em que as pessoas eram inteiras. Há lendas sobre isto, mas são apenas lendas.
Alguns cientistas têm trabalhado com estas hipóteses, mas até agora nada revelaram de concreto.
Que idéia extravagante! Indivíduos com cabeça, tronco e membros colados e dependentes.
A sugestão parecia tão estapafúrdia que a neo-boca começou a rir, um rito nervoso.
Deu uma pancada seca nela, para que voltasse ao seu lugar e pensou que não seria uma má idéia, agora que as cabeças andavam tontas e cheias de desejos.
Como integrante da casta superior, poderia usar vários rostos. Inúmeros braços e pernas, incontáveis intestinos e corações, milhares de pênis ou vaginas.
Mas era um peerth de alma suburbana, gostos simples.
Nunca fora de orgasmos múltiplos ou paixões desenfreadas. Nem mesmo de comilanças ou orgias.
A neo-boca se franziu em muxoxos.
Ah, percebia a causa dos descontentamentos em suas partes.
Era exatamente a frugalidade em usá-las.
Mas que absurdo isto! Onde já se viu coisa igual!...
Há pouco tempo atrás seria inimaginável que os seus pedaços pudessem ter sentimentos próprios.
Algo estava acontecendo e seria preciso dar um basta, antes que surgissem subversões intoleráveis da carne.
Iria, em algum fragmento de tempo medido, ao Conselho, e relataria suas suspeitas e apreensões.
Mas agora deveria se integrar ao céu laranja.
Descartando a neo-boca, as cinco pernas leves e os dezoito olhos, voltou a ser puro espírito.
Maravilha!.. na verdade era um dos poucos que nunca entendera porque deveriam se submeter a encarnação outra vez, mesmo que apenas para jogar.
Eterna insatisfação do homem.
Que se danem as cabeças!
Levitou sobre todas as coisas e se integrou ao Um

4 Comments:

Anonymous Edison Veiga Junior (clique aqui) said...

Uau!!
Também quero!

4:35 AM  
Anonymous Barbara said...

Só pra dar um oi...

Bjs

10:59 AM  
Blogger Alberto Carmo said...

Muito legal! Lindas as fotos!

Beijos

2:27 PM  
Anonymous Anonymous said...

todo homem tem duas cabeças, toda mulher várias vaginas.

12:39 AM  

Post a Comment

<< Home


Web Hosting Services