Saturday, August 20, 2005

E ainda estamos aqui, parados, esperando a hora.

E por todos os séculos choramos e acreditamos e nem assim você apareceu. e pensamos que haveria uma chegada com trombetas, mas só veio o silêncio imprevisto da noite eterna. E pensamos que estrelas brilhariam, mas nossos olhos contemplaram o vazio negro da ausência.

E esperamos um sol de verdades ofuscantes, mas só houve o brilho de nossas próprias lanternas cegas.
E conhecemos que estávamos sós, no barro, na lama, no pó de onde viéramos.

E apenas a chuva nos molhando enquanto aqui, como estátuas de pedra, esperamos alguém que talvez chegará.
Talvez é nossa moeda de troca com o delírio.

E de olhos fechados, chovemos.

9 Comments:

Anonymous Umberto said...

Mhel,

Parabéns. O seu blog está muito lindo.

Beijo,

UK

12:50 PM  
Blogger parla marieta said...

Nossa, ficou quietinha por uns dias, e agora, mais uma vez arrasou.
Parabéns, minha querida.
Está maravilhoso.
beijos

9:08 PM  
Blogger Marcelo Ferrari said...

"E de olhos fechados, chovemos" Frase mais linda.

Acredito que os dois textos são frutos da mesma inspiração, e acredito que a inspiração é a solidão absoluta do ovo. Mas Helena, não chore, olha nós aqui.

3:47 AM  
Blogger Ana "Quindim Girl" Rodrigues said...

Uau.

Quando eu for gente grande de verdade, eu quero escrever que nem você...(com menos maionese talvez...)

8:54 PM  
Blogger Moderado, o idiota said...

Parabéns pelo blog e pelos lindos textos, Helena.

Temos a eterna mania de esperar pelo que queremos e não pelo que podemos. Ruim? Pode ser, mas é isso que nos torna humanos.

Abraços

6:25 AM  
Anonymous Marcelino said...

Ah, Mhel.

Isso aqui está igual brinquedo novo. A gente não se cansa de elogiar.

Beijão.

Te+

12:20 PM  
Blogger parla marieta said...

Nem de elogiar, nem de brincar.
É lindo demais, é bom demais.

12:46 PM  
Blogger Leila Silva said...

Mhel,

Esse eu não conhecia...Lindo mesmo, o blog todo, aliás.

Beijão.

12:49 PM  
Anonymous tania melo said...

Mhel, adorei todos os textos que li.Agora,lendo este texto "Sem Título",fiquei profundamente tocada."...E pensamos que estrelas brilhariam,mas nossos olhos comtemplaram o vazio negro da ausência"...e de olhos fechados,chovemos. Perfeito.De uma sensibilidade enorme,mostrando uma espera enorme que resultou em frustração,causando uma grande dor.
Parabéns.Beijos,Tania

6:12 PM  

Post a Comment

<< Home


Web Hosting Services