Thursday, October 27, 2005

Cansado, o presidente da mesa repetiu:

O senhor não é obrigado a dizer a verdade. É seu direito constitucional mentir para proteger-se, mas, como cristão, responda sinceramente: Repito o transcrito:

“ que a senhora declara não conhecer o conteúdo da mala com dólares. Que afirma ter confiado no deputado porque é sua progenitora, embora há anos estivessem afastados.”

Da oposição vinha o burburinho:
“exame de DNA...”

O acusado olhou os sapatos acalcanhados dela - o vestido modesto, mãos calejadas no colo.

“ Faca passando manteiga no pão.... sineta da escola... o cheiro de maresia e peixe podre do cais”

Respondeu frio:
- Não conheço esta mulher.

Ao longe o galo cantou. Pela terceira vez.





2 Comments:

Anonymous Daisy Melo said...

donde vc tira essas coisas??? caraca!
sem comentários...
mil beijos

Day

10:52 AM  
Blogger Rubens da Cunha said...

Eta, que este também é de sangrar.
rubens

2:07 PM  

Post a Comment

<< Home


Web Hosting Services