Saturday, August 30, 2008




Estar aqui provável
Neste estio
Neste tédio, este caos
Este vazio
Estar aqui enfim
Ao todo
E em desafio
Talvez seja existir
Talvez seja
Arrepio

*********

Invasão


Ele me invade
Não como conquistador
Cabral de terras virgens
Iinvade-me
Como a música de Billie
Sonora e triste
Deixa esta marca singular
Quem sabe o amor existe?
Invade-me depressa e lentamente
Como se a verdade
Fosse a voz rouca e intensa
Do acidente


***********

Na Malásia tem gente que acredita
Em brincos de jade amarelo
ou faisões tropicais
Ainda meninos

Na Malasia cultivo cisnes vermelhos
Que em junho viram girafas de duas cabeças
e em dezembro sorriem.
Na Malasia é domingo
todos os dias da semana
E de vez em quando neva
Dentro de casa.
Na Malasia todos os pardos são gatos.
Na Malasia politicos são corvos
Devoram carniça nas praias
e vomitam
lindos poemas de amor
sem nenhum sentido

Na Malasia todos os crimes
são capitais
de paises imaginários.

1 Comments:

Blogger ronaldo said...

Fantástico!
beijos,
Tom

3:51 PM  

Post a Comment

<< Home


Web Hosting Services