Tuesday, August 23, 2005

E de todas que fui
nenhuma eu
e em todas
igualmente
não me reconheço
olhando para outra
que não sou
tentando ser
alguém
que nunca fui

4 Comments:

Blogger parla marieta said...

TU SEI LA MIA SORELLA.
IO TE VOGLIO BENE.
TENHO ORGULHO DA TE.
TENHO ORGULHO DE SER SUA AMIGA.
BACI

2:05 PM  
Blogger Helena said...

obrigada, querida, tu sei la mia sorella anche, eu é que tenho orgulho de ser sua amiga.

beijos,

merrel

3:38 PM  
Anonymous tanatus said...

Merrel,

Amei esse poema. Puzzle não montado, a forma pretendida desfolhada. O todo, as partes, o irreconhecível.
No entanto, formidavelmente, você é. Que bom, você é!

Beijos, querida.

tanatus
PS:- Seu blog está ótimo! Aguardo mais Cigarettes e Alfredos (meus amores)

8:04 PM  
Blogger MilaF said...

Gostaria de ter escrito isso. Poderia ter escrito isso. Mas foi você quem o fez. Somos muitas. E nenhuma somos nós.

11:36 AM  

Post a Comment

<< Home


Web Hosting Services