Monday, June 26, 2006

CORAÇÃO BRASILEIRO


“Que tanta cerimônia

Se a dona já não tem
Vergonha do seu coração”

( Chico Buarque)






Fica pra proxima, Ronaldo


Como já era esperado por todos os deuses do óbvio, bastou Ronaldo ter ficado paradão na área, no primeiro jogo brasileiro da Copa, para o Fenômeno virar Geni. E tome bosta. Gordo, Zumbi, Doente e candidato urgente ao banco de reservas da mosca que pousou no cavalo do bandido

Sic transit gloria mundi.

E no showbiz do nosso mercado de peixes é pior ainda. O sujeito tem que matar um Leão do Imposto de Renda por dia e ainda comer com batatas Elma Chips.

Tá certo que o Ronaldo pode enxugar as lágrimas com euros, mas é irritante esta certeza da efemeridade. Somos heróis de quinze minutos, a cenoura no liquidificador. A mão que afaga é a mesma que apedreja. Por trás da adoração alvar de mídia e publico ruge uma baba de ódio rodrigueana esperando a topada dos deuses.

E todo mundo persegue esta coisa volátil – o sucesso. Somos muito babacas mesmo.

A única pessoa que nos admira de verdade é o espelho e o cachorro. Mesmo assim, o espelho diz putz que pariu algumas muitas vezes. Um amigo da minha filha observou que só o cão nos recebe sempre na porta como um dos Beatles na década de sessenta.


Enfim, quando o já decretado morto vivo, fez os dois gols que o transformaram no maior artilheiro da seleção, na vitória de quatro a zero sobre o Japão, e foi eleito o melhor jogador em campo pela Fifa, voltou a ser a última coca-cola do deserto.

Sic transit gloria mundi. No trânsito a Gloria fica muda.

Liga não, Ronnie. Agora que perdemos jogando feio, sem brilho, sem garra, com um treinador apático, você vai ser crucificado. Se fizesse um gol logo no início, como aconteceu contra os africanos talvez a história fosse outra.

Mas é neste fragmento temporal que nós dois vivemos e nele voltamos pra casa e enfrentamos a frustração dos que não acreditaram, não deram força, mas esperavam

Eu detesto conselhos, até porque sei errar sozinha, mas por via das dúvidas, na hora do sucesso ou do fracasso, o melhor é seguir Augusto dos Anjos:

Apedreja esta mão vil que te afaga
E escarra nesta boca que te beija.

4 Comments:

Blogger parla marieta said...

Minha nossa, Ballerina, que espetáculo de atualização.
Vou preparar o jantar e guardar pra ler mais tarde, com calma e paz no coração.
Desde já, adorei. O texto do Ronaldinho já amei de cara.
Até mais.
baci

2:40 PM  
Blogger Rubens da Cunha said...

coerente e triste
adorei
rubens

3:40 PM  
Anonymous marcelo said...

To voltando aos blogs, Milady...mas, aqui entre nos, atleta de alto rendimento com quase 100 quilos...so no arremesso de peso...rs Beijo.

3:03 PM  
Blogger parla marieta said...

Querida, passei para deixar um beijo e dizer que tenho saudades.

7:27 PM  

Post a Comment

<< Home


Web Hosting Services